Seguindo a ideia do último post, onde falei sobre o equívoco de alguns em achar que PHP não é uma linguagem para sistemas robustos, vou falar brevemente sobre o PHPUnit. Teste unitário não é nem questão de ferramenta e sim do próprio programador, ou da política da empresa onde se trabalha. Digo isso, porque ainda é comum hoje em dia modelos de empresas que utilizam o famoso XGH, onde nada importa, a não ser ganhar dinheiro e entregar o sistema.

No mundo PHP, o PHPUnit é a principal ferramenta para testes unitários. A instalação é bem simples, e utilizando o NetBeans como IDE fica mais fácil ainda. Abaixo segue um passo a passo:

Para instalar o PHPUnit é preciso ter o Pear, caso não tenha:

sudo apt-get install php-pear

Após instalar o Pear, é necessário registrar o canal no ambiente:

sudo pear channel-discover pear.phpunit.de

E enfim, instalar o PHPUnit

sudo pear install phpunit/PHPUnit

Pronto, se tudo deu certo até aqui, o PHPUnit foi instalado com sucesso!
Agora vamos configurar para usar no NetBeans.

OBS: Estou usando a última versão do NetBeans, que hoje é 6.9.1

  • Tools > Options e selecione a aba PHP
  • No campo PHPUnit source informe o caminho do PHPUnit, no meu caso /usr/bin/phpunit

Pronto.
Agora para testar crie um diretório em sua aplicação com o nome que desejar. Esse diretório será o repositório de seus testes.
Crie uma classe, e clique com o botão direito em cima.
Tools > Create PHPUnit tests
Selecione o diretório criado como repositório dos testes.
A partir de agora todos seus testes serão armazenados neste diretório.
Para criar novos testes, basta repetir o procedimento.

Claro que nem tudo é tão simples, é preciso entender como funciona um teste unitário, e entender a ferramenta. Para isso > http://www.phpunit.de/manual/3.4/en/index.html

Boa sorte, e espero ter ajudado.