Calma lá! Não vou falar mal da Microsoft não.
Quem me conhece nem vai ler o post por achar que vou falar mal ou algo do genêro.
Falo mal do que tem que falar, e muita vezes brinco sobre o assunto.
Mas agora é sério. Vamos lá.
Microsoft e PHP?

Já notaram como a MS ta engajada com o open-source e principalmente com o PHP?
Venho notando isso faz um tempo.

[31/10/2006 ] Microsoft Opens PHP Door:
http://www.internetnews.com/dev-news/article.php/3641101/Microsoft-Opens-PHP-Door.htm

[31/10/2006] Microsoft fecha parceria com Zend para suportar PHP no Windows:
http://br-linux.org/linux/microsoft-fecha-parceria-com-zend-para-suportar-php-no-windows

[08/10/2008] Evento PHP do ano junta Microsoft e software livre:
http://webinsider.uol.com.br/2008/10/08/congresso-nacional-de-php-junta-microsoft-e-software-livre/

[09/10]2/2010] How Microsoft is making PHP Development easier:
http://blog.rafaeldohms.com.br/2010/12/09/how-microsoft-is-making-php-development-easier/

Os 3 primeiros links são notícias antigas que catei no Google mas houveram muitas outras noticias falando a respeito.

O último link é do Blog do Dohms , um cara bem ativo na comunidade PHP.

Juntamente com o Duodraco e com o Augusto Pascutti o Dohms faz parte do grupo de usuários mais influente de PHP no Brasil, o PHPSP.

Bom, no ano passado (2009) consegui participar da PHP Conference Brasil e a Microsoft estava presente. Eles fizeram uma ação bem legal botando a cara para bater, questionando a galera  sobre o que a Microsoft tinha que melhorar.

Este ano (2010) a MS continuou continuou mostrando estar de “mente aberta”.

O exemplo mais claro foi o TechED, maior evento tecnologico da MS onde teve uma trilha de Interoperabilidade. Nesta trilha muitas palestras foram de PHP.

Tive a oportunidade de apresentarTheWebMind (projeto PHP) no evento, e foi realmente muito bom.

Na PHPConference 2010 a MS tambem se fez presente e ouvi bons feed-backsa respeito.

A Microsoft criou uma pagina especial apenas para seus produtos interoperando com PHP: http://technet.microsoft.com/pt-br/gg445012.aspx

Acessem lá.

Mas e ai, o que vai acontecer?
Qual será a ideia por trás de toda essa interoperabilidade? Adoro uma conspiração, e é impossível não pensar em alguma trama maquiavélica da Microsoft, não?

Brincadeiras a parte, não tenho uma opnião firme sobre o assunto. Acho que enquanto os desenvolvedores tiverem vantagens, é valido.

Mas como bem frisado no post do Dohms, essa interoperabilidade toda ajuda os programadores iniciantes.

Não me vejo hoje usando alguma dessas soluções Microsoft, mas não podemos simplesmente menosprezar, afinal de contas a intenção parece boa apesar de ter um lado todo comercial em cima.